Os primeiros minutos do bebê

18
mai
1

Foto: PubliVídeo

Você não precisa já ser uma mãe para ter idéia do que acontece com a mulher nos primeiros momentos após o parto. Mas e com o bebê? Aqui vai um relato de cada novidade que um recém-nascido sente nos primeiros 60 minutos, logo que sai do conforto da barriga da mamãe!

Minuto zero: As funções vitais do organismo devem ser analisadas. O médico mede o ritmo cardíaco, verifica coloração da pele, move pernas e braços para testar sua resistência muscular e avalia a reação do bebê a um beliscão.

2 minutos: É o momento de ver se o bebê irá respirar normalmente, já que seus pulmões ficam cheios de líquido amniótico durante a gestação. O líquido deve ser expelido para que entre ar em seu lugar.

4 minutos: A ligação mais forte com a mamãe, o cordão umbilical, é cortado, e neste momento o recém-nascido deve respirar ar. Seu sistema digestivo se dilata e a pressão arterial dispara, subindo 50%.

7 minutos: O nível de oxigênio no cérebro deve alcançar a normalidade nos próximos minutos, já que é de apenas 44%.

8 minutos: O coração do bebê nasce com um furinho, que ajudava na irrigação da placenta. Agora, ele deve se fechar para não causar problemas cardíacos.

12 minutos: Um cateter é introduzido em cada orifício da criança, para verificar se estão abertos. Caso contrário, é necessária uma intervenção cirúrgica.

14 minutos: O médico pinga colírio de nitrato de prata nos olhinhos do bebê, para que ele não tenha conjuntivite. Ele também recebe uma injeção de vitamina K, que é essencial para a cicatrização de ferimentos.

20 minutos: As mãozinhas e os pezinhos enrugados pelo tempo que o nenê ficou imerso em líquido começam a se desamassar, a irrigação sanguínea melhora e a pele vai perdendo o tom meio azulado.

22 minutos: O bebê se espreguiça para sua coluna assumir o formato normal de “S”, pois até então ficava curvada por causa da posição fetal.

24 minutos: A criança é encostada à mãe na sala de parto climatizada, pois não pode haver choque de temperatura.

28 minutos: O coraçãozinho do bebê começa a desacelerar agora, passando de 160 bpm (batimentos por minuto) para 120.

29 minutos: O hormônio ocitocina, que age no cérebro e provoca a formação de vínculos afetivos, atinge o nível máximo quando o bebê reconhece o rosto da mamãe pela primeira vez!

30 minutos: O nenê mama no peito da mamãe. O leite materno irá ativar seu sistema imunológico, por ser rico em anticorpos.

51 minutos: Os microorganismos presentes na pele da mãe são ingeridos pelo bebê, e, com eles, a flora intestinal será formada.

Muita coisa acontece em apenas alguns minutos, não é?! Mundo novo, vida nova… E ela só está começando!

Créditos: Revista Super Interessante

Aproveite este artigo?

Considere assinar a nossa feed RSS!

1 Comentário

  1. Tereza alves santana
    0:31 on junho 18th, 2011

    É fantástico o desenvolvimento da vida do ser humano, mais fantástico ainda é saber que quando Deus projetou a vida pensou em cada minuto.

Deixe um comentário

RSS feed para comentários neste post